Notícias

1 04/12/2023 10:58

Dados da Associação Brasileira dos Grandes Consumidores de Energia (Abrace) mostram que, apesar dos reservatórios das hidrelétricas estarem cheios, os consumidores pagarão mais nas contas de luz no próximo ano. A expectativa é de um aumento médio em todo o país de 6,58%, podendo chegar a 10,41%, dependendo de discussões jurídicas sobre créditos de impostos usados para atenuar os reajustes.

Esse valor supera a inflação prevista para este ano, de 4,53%, e para 2024, de 3,91%. Os reajustes variam conforme a distribuidora que atende cada região e dependem, entre outros fatores, do uso dos créditos.

Na Enel, em São Paulo, a conta pode subir de 9% a 12%, dependendo da decisão judicial. No Rio, os reajustes da Light podem oscilar de 1,34% a 7,61%. Os valores são decididos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), sendo o reajuste da Light em março.

Os números chamam atenção, pois os reservatórios das hidrelétricas atingiram o maior volume dos últimos 14 anos, desde 2009, segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). No subsistema do Sudeste/Centro-Oeste, o principal do país, o percentual chegou a 64% no dia 30 de novembro. No subsistema Sul, está em 94%, enquanto no Nordeste, está em 53,89%, e no Norte, 48,88%.







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.430-180
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.