últimas notícias

Notícias

1 16/04/2019 16:45

Geovanna Lohan*

Reportagem de Antônio Carlos

A delegada responsável pelo Núcleo de Proteção à Mulher, Patrícia Neves Jcques Aires, durante entrevista ao repórter Antônio Carlos, da Rádio Andaiá FM, na segunda-feira (15/4), afirmou que as últimas ocorrências de agressões contra a mulher em Santo Antônio de Jesus, aumentou os casos de violência doméstica na cidade.

De acordo com a delegada, a prisão em flagrante, que aconteceu na última terça-feira (9/4), de um homem que agrediu a companheira no bairro da Urbis IV. culminou com a condução do acusado à Delegacia. “Na semana passada tivemos uma condução realizada pela Polícia Militar, que apresentou Elson Mateus dos Santos, que teria agredido a companheira verbalmente, fisicamente e psicologicamente em via pública. A sociedade consternada e vendo a vítima sofrer todas aquelas agressões, acionou a PM que prontamente conduziu o indivíduo até a delegacia, onde lavramos o auto de prisão em flagrante delito”, explicou.

Patrícia Neves ressaltou ainda que o acusado não terá direito a fiança por ter passagens pela polícia pelo mesmo crime. “Ele já tem o histórico de agressões e algumas ocorrências registradas em seu desfavor e uma delas, inclusive, ele teria sido acusado de agredir a cunhada, a irmã da companheira. Por esse motivo optamos por não arbitrar por fiança e manter a prisão de Elson”, justificou.

De acordo com a delegada, Elson estava à disposição da Justiça e na audiência de custodia, a autoridade judicial decidiu arbitrar a fiança do acusado. “Hoje está no desfavor de Elson medidas protetivas de urgência. Ele não pode mais se aproximar da vítima, o mesmo fez o pagamento da fiança e está em liberdade”, disse.

Empresário agrediu esposa em SAJ e tem prisão preventiva decretada 

A delegada também mencionou o caso de agressão à mulher que tem como suspeito um empresário de Santo Antônio de Jesus. “Tivemos uma denúncia por parte de uma mulher, que por questões de sigilo não vamos informar a identificação, mas a vítima foi agredida dentro da casa dela, por seu espôso. O casal foi ouvido e estamos apurando e as investigações estão em curso. Ainda estamos ouvindo testemunhas do caso”, informou.

O Núcleo de Proteção à Mulher recebeu uma denúncia de um caso envolvendo uma criança que supostamente foi violada. “Essa denúncia foi acompanhada pelo Conselho Tutelar do Município e nós já estamos investigando há algum tempo. O caso teria sido um estupro de vulnerável tendo como principal suspeito o padrasto que abusou sexualmente da criança. Foi decretada a prisão temporária do acusado até a conclusão das investigações”, explicou. 

Patrícia Neves aproveitou para falar sobre o aumento de ocorrências de casos de violência doméstica em Santo Antônio de Jesus. “A vítima registra a ocorrência e iniciamos as investigações. Sendo o caso de denúncia, indiciamento do acusado ou arquivamento, todas essas ocorrências são encaminhadas a Ministério Público para que o Promotor tome as medidas cabíveis”, frisou.

Desde a instalação do Núcleo de Proteção à Mulher, muitas vítimas de agressão, sendo física ou psicológica, procuraram a unidade para realizar boletins de ocorrências. “O atendimento foi muito procurado após a instalação do Núcleo. Em SAJ podemos ver que existem muitos eventos e discusões sobre o combate a violência doméstica. Toda essa discusão que envolve esse assunto trás para as vítimas a sensação de que haverá uma punição e que sempre terá o apoio das instituições e o acolhimento. Por esse motivo que elas procuram mais o Poder Público para denunciar. Temos elaborado nosso trabalho com muito afinco e é importante que a sociedade se envolva e denuncie, porque um caso simples pode se tornar algo trágico”, orientou.

*Sob a supervisão da editora Cristina Pita

 







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9871-0971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.